CALENDÁRIO

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Como trabalhar textos com o alunos?


Para preparar a atividade, revise o texto de cada dupla para marcar as seguintes questões:
-Palavras que contiverem erros de ortografia;
-Questões relacionadas à separação entre palavras;
-Nas questões relacionadas à linguagem, marque o parágrafo todo e escreva pequenos bilhetes sugerindo alterações.


Conte para os alunos que você revisou os textos escritos por eles e marcou o que encontrou de errado. Distribua os textos e explique suas anotações. Diga que sempre há algum erro nas palavras que você sublinhou, e cada dupla precisa pensar bem e discutir entre si, para descobrir a escrita correta – se for preciso, podem consultar o dicionário para ter certeza. Explique que quando os erros são na forma de separar as palavras você escreveu um número em
cima, para indicar quantas palavras existem naquele trecho.
À medida que as duplas forem terminando, oriente para que releiam todo o texto. Faça em seguida uma nova leitura junto com as crianças e, se já tiverem corrigido tudo, proponha que ajudem outras duplas.

Uso do rascunho e passando a limpo o texto

Entender a importância da apresentação do texto – a diagramação, a limpeza, o traçado e a legibilidade das letras – na comunicação com o leitor.
Oriente os alunos para que passem a limpo o texto já revisado.
À medida que as duplas forem terminando, sugira que façam mais uma leitura; a seguir, leia o texto juntamente com as crianças.
 Reescrita de textos
Para preparar a atividade, escolha previamente um texto produzido que cumpra as seguintes condições:
-Esteja bom do ponto de vista da linguagem, com clareza na exposição das informações.
-Escolha um aspecto que queira trabalhar: ortografia, pontuação, segmentação, coerência, coesão etc.
Exemplo: Se o objetivo é trabalhar com a ortografia apresente um texto com erros ortográficos.

No início da aula, informe que os textos produzidos contêm erros e comente que tais erros são esperados, já que os autores são alunos do 2º ano, que ainda estão aprendendo a escrever. No entanto, como o texto ficará exposto no mural e será lido por quaisquer pessoas que circulem pela escola, é preciso corrigir os erros, de modo a facilitar sua leitura e manifestar respeito pelos
futuros leitores.
Converse com os alunos, explicando que você escolheu um texto que está bem escrito, com idéias expostas de maneira clara e linguagem adequada. No entanto, foram cometidos erros tanto na escrita das palavras.
Todos vão ler, tentar apontar os erros e indicar as correções que você deve fazer no texto que está na lousa.
Leia o texto, linha por linha, e deixe sugerirem correções. Se apontarem erros ortográficos, peça-lhes que expliquem qual ou quais letras devem ser substituídas, acrescentadas ou suprimidas.
Ao ler cada linha, marque as alterações sugeridas pelos alunos e, se houver erros ortográficos que eles não perceberam, indique a palavra e diga para observarem com atenção, porque há algo errado.
Se ainda assim não descobrirem, dê a informação correta e faça a alteração necessária.

Como trabalhar com os textos produzidos pelos alunos já alfabéticos?


Olá!!!





Após a produção dos alunos alfabéticos, que já lêem e escrevem convencionalmente, mas que possuem muitos erros, como corrigir o texto destes alunos?

Em vez de considerar os erros como faltas, corrigindo-os um a um, procure olhar para a produção dos alunos como fonte de informação para pautar o planejamento do que ainda precisa ser ensinado.
Fazendo isso, é possível prever que, em breve, ao menos alguns desses erros deixarão de ser cometidos. E sem que o aluno perca algo que nos mostra já ter conquistado: a disponibilidade para produzir textos completos e coerentes.
Faça um levantamento dos principais erros dos alunos, que podem ser ortográficos, textos emendados, questões que precisam ser abordadas para que a turma escreva cada vez melhor, aproximando-se da escrita convencional.
Textos sem segmentação

Um fato freqüentemente observado pelos professores é a escrita das palavras emendadas, sem espaços entre elas.
Por que isso ocorre? Um primeiro aspecto a considerar é que a separação entre palavras é uma necessidade da linguagem escrita. Quando falamos, as palavras fluem, soam ligadas umas às outras. É só no contato com o texto escrito, muitas vezes pela leitura, que o aprendiz de escritor se dá conta de que é preciso separar as palavras com espaços.

Atividade para a separação de palavras:

Depois de ouvir o poema “Chatice”, de José Paulo Paes, lido por sua
professora, reescreva cada verso, observando a separação entre as
palavras. Os números entre parênteses indicam quantas palavras há em
cada verso.

JACARÉ (1) _________________________________________________
LARGADOMEUPÉ (4) _________________________________________
DEIXADESERCHATO! (4) ______________________________________
SEVOCÊTEMFOME, (4) ________________________________________
ENTÃOVÊSECOME (4) ________________________________________
SÓOMEUSAPATO, (4) ________________________________________
ELARGADOMEUPÉ, (5) ________________________________________
EVOLTAPROSEUMATO, (5) ____________________________________
JACARÉ! (1) ______________________________________________
Retirado do blog Minha paixão:Alfabetização.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário